PUBLICIDADE

Mês: novembro 2021

Por uma vizinhança das antigas na cidade cada vez mais moderna

Quem de fato conhece o bairro que mora, sabe quais são as casinhas mais antigas da região, o prédio mais charmoso do entorno? E o café mais saboroso? Quem conhece as calçadas, as lojinhas, os jardins e as praças da vizinhança? Todos esses lugares deveriam estar, em tese, a 15 minutos dos moradores de um bairro e deveriam ser acessados a pé ou de bicicleta, permitindo um “diálogo” entre pessoas, comércio e equipamentos.