PUBLICIDADE

O que faz do Contêiner uma opção sustentável na construção civil?

Por Revista Síndico
Última atualização: 10/02/2021
,

CAPA-casa-conteiner
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Usados prioritariamente para o transporte marítimo, os contêineres estão cada vez mais inseridos na arquitetura, e na construção civil, funcionando como estruturas para construções residenciais além de bares e lojas dos mais variados tipos. 

Construção em contêiner com paisagismo em ambiente externo
Com a parceria do paisagismo, projeto em contêiner garante um espaço agradável

“Há diversas vantagens de se utilizar o contêiner em um projeto arquitetônico. Entre elas: a estrutura modular, que permite expansão posterior; a redução de tempo de execução, a desmontagem e transporte para alteração do local de instalação; o menor transtorno com pedreiros e obras etc. Fora isso, é também uma opção sustentável”, explica Adriano Assunção, diretor da Fortrak Containers, empresa com sede em Guarulhos (SP) especializada no segmento.

Para ele, no entanto, a categoria ainda é bastante tímida no Brasil em relação aos outros países. Sua empresa existe desde 2014 e atende todo o país, sendo a maior parte dos clientes vindos dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Paraná. 

“Os projetos são muito distintos e fica difícil estabelecer uma média de preço. Fala-se muito em valor por metro quadrado, mas, especialmente em construções com contêiner, você pode optar por um estilo rústico, intermediário ou outros mais refinados que trazem valores muito variados. O ideal é, a partir de um esboço e esclarecimento do padrão desejado por parte do cliente, fazer um levantamento de valores aproximados” – explica 

Construção pode ser 30% mais barata que a de alvenaria

Especialista em projetos com contêineres, a arquiteta Fabíola Costa e Silva, de Maceió (AL), afirma que a modalidade é uma tendência crescente no mercado, apesar de concordar que o Brasil está atrasado no tema em relação a outros países. 

“Faz uma década que trabalho com construção sustentável, especificamente com projetos modulares em contêiner. Ainda existe um certo preconceito, mas o contêiner surge como uma nova alternativa de sistema construtivo por ser de rápida execução e de baixo custo. Por se tratar de reaproveitamento de material descartado, no entanto, ele necessita de tratamentos no isolamento térmico e limpeza para que se adéque às necessidades do uso, que pode ser uma casa, escritório, loja, hospital, lanchonete, bares, boate…”, explica a especialista. 

Segundo ela, o contêiner funciona muito bem nos mais variados tipos de solo e raramente é preciso fazer uma preparação prévia do terreno. “É muito mais simples e prático do que qualquer obra tradicional. Além disso, a manutenção é quase zero. Sempre digo que, se houvesse um terremoto no Brasil, seria mais fácil cair uma casa de alvenaria do que uma construída em contêiner. Pessoalmente, acho a alvenaria um sistema construtivo ultrapassado”, afirma Fabíola.

Ela comenta que o equipamento tem uma vida útil de cerca de 15 anos com a função de carregamento marítimo. Já na construção, pode durar em média 90 anos. “Contudo, sem o devido tratamento, o contêiner é um ambiente escuro e sem ventilação. O seu isolamento térmico e acústico é realizado com aplicação de lã de vidro ou lã de rocha, que são colocadas em forma de sanduíche entre a estrutura e placas, que podem ser cimentícias. Nestes vãos, criam-se passagem para a colocação de tubos de elétrica e canos hidrossanitários. Na parte interna, os contêineres aceitam vários tipos de acabamentos, desde lisos, com a utilização de placas cimentícias, até feitos com madeira”, destaca.

Banheiro construído dentro de um contêiner
No banheiro, a hidráulica é passada pela parte de baixo do contêiner

O tipo de acabamento é justamente o que vai definir o preço final do projeto: “Geralmente, a construção em contêiner sai 30% mais barata que a de alvenaria. Além de contribuir para o meio ambiente, você não onera o bem que é mais valorizado a cada dia que passa: o terreno. Fazer uma construção ou reforma em alvenaria requer uma quantia alta de dinheiro. Para se desfazer da alvenaria antiga para fazer outra é um gasto enorme no desmanche ou mesmo no descarte dos materiais. Soluções em contêiner não alteram as características físicas do terreno, permitindo uma rápida desmobilização, com possibilidade de revenda dos módulos e dos contêineres já sem uso. E o mais importante: seu terreno estará livre para um empreendimento de valor agregado expressivo, mas no momento certo”.

Inventado nos anos 1950, contêiner foi usado em guerras

A arquiteta Fabíola Costa e Silva conta que não se sabe ao certo o momento em que os contêineres passaram a ser utilizados na construção. Inventado nos anos 1950 pelo americano Malcolm Mc Lean para a função de transporte marítimo, o equipamento teve papel importante em guerras como a do Golfo, em 1991. 

“Nesta guerra, eles não só serviam de abrigos improvisados como também para o transporte de prisioneiros. Há cerca de 10 anos, o contêiner começou a tomar espaço na área da construção. Contudo, em 2020, percebi uma popularização do seu uso para habitação e espaço múltiplo. Os clientes que me procuram querem uma alternativa de construção sustentável, que seja barata, e que se adapte em áreas de preservação ambiental. São clientes com pensamentos inovadores, voltados para um futuro próspero e sustentável”, conclui.

Interior de um escritório construído com contêine
Dentro do escritório construído em contêiner, espaço de sobra e ainda um design bastante moderno

7 benefícios do contêiner na construção: 

– É alternativa de rápida execução e de baixo custo;

– Geralmente, a construção em contêiner sai 30% mais barato que a de alvenaria;

– Funciona muito bem nos mais variados tipos de solo e raramente é preciso fazer uma preparação prévia do terreno;

– A manutenção é quase zero e ele tem uma vida de útil de cerca de 90 anos;

– Os contêineres aceitam vários tipos de acabamentos, desde lisos, com a utilização de placas cimentícias, até feitos com madeira;

– Soluções em contêiner não alteram as características físicas do terreno, permitindo uma rápida desmobilização;

– Ainda existe possibilidade de revenda dos módulos e dos contêineres já sem uso.

Acompanhe o passo a passo para a construção de uma casa inteira com contêineres 

 

 

Por: Gabriel Menezes

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE