PUBLICIDADE

Aluguel mais caro em Maceió leva alagoanos migrarem para o financiamento de imóveis

Por Revista Síndico
Última atualização: 16/12/2021

5f85c4e22dfed.a-noite-em-maceio
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Pagar aluguel ou financiar um apartamento? Essa é a dúvida da maioria dos brasileiros, que desejam trocar de residência e ter uma vida tranquila e independente. Em Maceió, pagar parcelas de um financiamento imobiliário tem sido a melhor opção, em tempos de alta no reajuste dos aluguéis em alguns bairros alagoanos. 

Além dos impactos econômicos gerados pela pandemia, um dos fatores principais que têm elevado o valor do aluguel de imóveis no Estado é por conta do desastre provocado pela mineradora BRASKEM, que desalojou famílias nos bairros de Pinheiro, Bebedouro, Bom Parto e Mutange, ocasionando a busca por outras residências na região metropolitana de Maceió. 

casas
O bairro Pinheiro, em Maceió, foi um dos mais afetados com o episódio envolvendo a mineradora BRASKEM
Crédito: Marco Antônio, Secom Maceió.Arquivo

Segundo dados da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL), esse fato fez o setor reagir, disparando o valor da locação em até 20%. Bairros também como Ponta Verde, Jatiúca, Pajuçara e Mangabeiras apresentaram aumentos entre 3% e 43%, no valor de locação do metro quadrado dos imóveis.

A advogada Raissa Torres mora de aluguel há mais de 9 anos, mas devido à alta no valor de locação decidiu migrar para o parcelamento de um apartamento. Há três meses, ela iniciou o processo de financiamento e há 1 mês recebeu a chave do apartamento novo no bairro Feitosa, em Maceió. Ela saiu de um apartamento alugado de 53m2 com dois quartos para um imóvel financiado reformado de 46m2 e dois quartos. “Optei por mudar pela liberdade de morar naquilo que é meu, fazer dele a minha cara, pagando um valor com parcelas regressivas, sem a atualização anual do aluguel e investindo em um patrimônio para resguardar a velhice”, conta Raissa.

Para conseguir a aprovação de um financiamento, Raissa precisou se organizar financeiramente. “Não é tão simples conseguir aprovação de um financiamento bancário, você precisa preencher alguns requisitos que vão desde a renda, “nome limpo”, até a regularidade do imóvel alvo de compra. Consegui organizar o financeiro e passei a movimentar somente a conta do banco que pretendia ter aprovado o financiamento. Com o nome limpo, antecipava o pagamento de algumas contas para aumentar a pontuação do Score. Pesquisei muitos imóveis, localização dentro da minha rotina e do meu filho, valor do condomínio, e suas vantagens como inclusão de água e gás encanado, valor de IPTU e estrutura para lazer. Visto isso, fiz a simulação da parcela e dentro das opções que cabiam no orçamento, com o maior número de vantagens e escolhi o imóvel, revelou Raissa.

De acordo com o Presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de Alagoas (Sindimóveis-AL), Vicente Lopes, atualmente as condições para financiar imóveis são bastante favoráveis, sendo mais vantajoso pagar prestação de um financiamento de apartamento do que um aluguel. Ele explica que em Maceió está faltando imóvel, o que contribui para a busca de lançamentos que estão sendo consideráveis. 

homem de terno
Vicente Lopes é presidente do Sindimóveis-AL e acredita ser realmente mais vantajoso migrar para um financiamento imobiliário na cidade por conta das atuais oportunidades oferecidas pelos bancos

“Com a alta dos aluguéis, é vantajoso migrar para um financiamento imobiliário pelas oportunidades oferecidas pelos bancos e a igualdade de parcelas. Essas questões facilitaram a compra de um imóvel. A pandemia também influenciou muito a procura por casas nos Litorais Norte e Sul, e a troca de pequenos apartamentos por grandes, com isso as vendas cresceram”, explica Vicente.

Conforme o economista Lucas Barros, a opção entre morar de aluguel ou partir para um financiamento de imóvel precisa sempre ser avaliada de acordo com o objetivo de vida de cada um, especialmente quando se trata de carreira profissional. “Se o objetivo é ficar no local sem previsão de mudar, sem dúvidas o financiamento pode ser vantajoso, mas é muito importante estar atento aos valores que envolvem esse financiamento e ver se a parcela cabe dentro do orçamento”, alerta. 

Lucas também explica que agora é uma boa hora para comprar imóvel em Maceió. “Atualmente o Estado vem investindo em obras de saneamento básico e ampliação das vias de trânsito. Mas, aos que têm interesse em comprar o imóvel, deverá sempre ver a localização e formas de financiamento, estabelecer critérios e estudar o local do imóvel, se é compatível com seus interesses pessoais”, diz.

mulher sorrindo
Claudenice Santos é corretora de imóveis em Maceió e indica os bairros com o metro quadrado mais caro na cidade: Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara

A corretora de imóveis, Claudenice Santos, informa que por Maceió ser um balneário turístico onde o verão ultrapassa seis meses, faz crescer a procura por imóveis na região, ocasionando com isso a alta dos aluguéis. Ela indica os bairros com as locações mais caras e mais baratas para viver na região. ” O metro quadrado mais caro em Maceió hoje seria na parte baixa, Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara e os mais baratos são da parte alta como Jacintinho, Barro Duro, Feitosa e Tabuleiro”, fala.

 

Como negociar o reajuste e economizar com aluguel

Uma solução para quem deseja continuar pagando aluguel é tentar negociar com o locador a redução do reajuste. Lucas de Barros orienta que na hora de negociar o aumento da locação é importante acordar com o proprietário alguns termos contratuais como o indicador de reajuste. 

homem de óculos
Para o economista Lucas Barros, a decisão entre o aluguel ou o financiamento de imóvel precisa ser avaliada de acordo com o objetivo de vida de cada um, especialmente quando se trata de carreira profissional.

Atualmente é mais vantajoso o contrato ser reajustado pelo IPCA ao invés do IGP-M. “Na hora é bom negociar valores, argumentar a atual crise econômica e/ou caso tenha perda comprovada na renda. Outro fator favorável ao inquilino neste momento é manter o aluguel em dia e demonstrar o cuidado com o imóvel”, indica Lucas.

O especialista também informa que se o objetivo é economizar com locação do imóvel é sempre bom priorizar os que tenham itens de despesa inclusos como água, condomínio e gás encanado. “Importante também analisar se o valor do aluguel é compatível com a renda, não ultrapassando 30% do rendimento mensal,”, conclui Lucas.

 

Bairros com locações altas em Macéio:

  • Ponta Verde;
  • Pajuçara;
  • Stella Maris;
  • Jatiúca;
  • Litoral Sul e Norte.
  • Bairros com locações baratas em Maceió;
  • Jacintinho;
  • Barro Duro;
  • Feitosa;
  • Tabuleiro.

Por: Fabiana Oliva

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE