PUBLICIDADE

Eleições – E-título substitui cédula de eleitor que cadastrou biometria

Por Revista Síndico
Última atualização: 12/11/2020
,

20200120_181324
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Além do documento de identificação do eleitor de papel, existe uma versão digital do título – um aplicativo para smartphones que permite o acesso dos dados cadastrais na Justiça Eleitoral.

O aplicativo dispensa a necessidade de levar a carteira de identidade para aqueles que já cadastraram a biometria.

Para usá-lo, é preciso baixar o aplicativo e-Titulo, disponível na App Store e no Google Play.

Para validar e liberar o aplicativo, o eleitor precisa inserir o número do seu título eleitoral ou o CPF, o nome, os nomes da mãe e do pai e a data de nascimento. O documento então será gravado e ficará disponível.

O e-Título tem funções que o título de papel não possui. Ele traz informações sobre a quitação eleitoral, dados sobre o cadastramento biométrico e o endereço do local de votação (há até um mapa).

Segundo a Justiça Eleitoral, já foram feitos mais de 4 milhões de downloads do aplicativo nestas eleições.

Aplicativo

Para quem passou pelo cadastramento biométrico, o e-Título conta com a foto do eleitor.

Quem não fez a biometria precisa levar um documento de identificação, como o RG ou carteira de motorista, ao local de votação para ser checado pelos mesários durante a votação.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE